Artigo publicado no Jornal Luzes do Consolador em out 1999 -Ano 2 nº8

1465380_756219274392374_1578367488_n

Um Caso de Reencarnação

Prof Múcio de Melo Álvares e Elba Consort de Melo Álvares

          Vimos muitos fatos espantosos durante onze anos no Consultório Mediúnico de José Arigó, em Congonhas do Campo. Muitos desses fatos levaram os cientistas americanos comandados por Henry Puharich a declarar no Jornal o Globo que “o poder espiritual de Arigó (para nós espíritas a sua mediunidade) era a oitava maravilha do mundo.

           Uma jovem tímida, humilde, de aparência modesta, com vários defeitos físicos nos olhos, nos dentes, nas pernas se apresentou ao Médico Espiritual Dr Adolf Fritz e, antes que ela falasse qualquer coisa, Arigó mediunizado foi dizendo seus principais problemas e  doenças, quase tudo de fundo psíquico-nervoso.

            Para nosso assombro e demais espíritas estudiosos ali presentes, ao atender a moça, em último lugar, Dr Fritz informou-lhe o seguinte: “Minha filha, não chore mais. Os remédios que vou lhe dar vão curar você de todas as suas doenças. Você ainda será muito feliz e será uma líder da juventude espírita do Estado de Minas.

        Você trabalha como doméstica, estuda no colégio tal (dizendo o nome da instituição) em Belo Horizonte e é a cantora mais afinada e de voz mais bonita do coral do colégio.

             Você já foi muito bonita e grande cantora em vida anterior. Porém, não fez bom uso dos seus dotes físicos e artísticos. Desencarnou com muitas doenças que impregnaram seu perispírito e voltou ao mundo por súplicas a Jesus para anestesiar, com o esquecimento as lembranças do passado e prosseguir sua caminhada para a futura felicidade rumo a Deus.

             Um dos  dotes do passado que  continua  nesta vida, é a sua voz. Canta para nós a Serenata de Schubert ou a Ave Maria de Gounod. E ela cantou. Todos choraram, inclusive o espirito do Dr Fritz através das lágrimas que rolaram dos olhos de Arigó.

            O Espírito do Médico passou-lhe uma receita de remédios para as enfermidades do corpo e outra para os males  espirituais: livros espíritas. Quanto a estes pediu ao Prof Múcio que providenciasse uma lista  de livros espíritas adequados à idade da jovem,  pois estes seriam remédio para sua alma.

            Dois anos depois  a encontramos novamente em Congonhas do Campo alegre, feliz, acompanhada de alguns jovens da mocidade espírita a que pertencia em Belo Horizonte. Deu notícias de sua nova vida e. agradecida,  entregou ao médium incorporado, um ramo de flores acompanhado de um pequeno cartão que dizia: “Aos meus benfeitores, Dr Fritz e Arigó, as rosas do meu coração pela cura das doenças do meu corpo físico e sobretudo da minha alma, através do conhecimento e da prática da Doutrina Espírita que veio ao mundo para restaurar o Evangelho de Jesus.” E assinou o nome.

Artigo publicado no Jornal Luzes do Consolador, out 1999 -Ano 2 nº8

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s